Califórnia Dreaming – Como transformei meu sonho em realidade.

IMG_7011.JPG

Aos 30 anos decidi mudar

Em janeiro de 2014, ao soprar as velinhas, disse para mim que aquele novo ano seria diferente

Sabe quando está tudo…. mais ou menos? Você acorda e não sabe muito para onde ir? Os dias estão iguais há muito tempo e você se sente sem rumo?

Sentia muita vontade de mudar a vida mas não simplesmente não sabia como.

Morava com meus pais, estava no mesmo trabalho há dez anos, solteira, sem muito o que me prender.

Mas ao mesmo tempo me sentindo mais presa do que nunca.

Há muitos anos juntava dinheiro para dar entrada num apartamento em São Paulo. Mas São Paulo não me encantava. Apartamento não me encantava. Fotos bonitas de folhetos e maquetes não me encantavam. Meu coração não batia.

Mudar de trabalho? Olhava vagas mas nada me prendia a atenção por mais de alguns segundos. Apartamento, emprego novo, me faziam sentir ainda mais presa.

Fiquei meses em crise sem saber o que fazer

DSC_6541

Eu trabalhava há dez anos em uma grande agência de intercâmbio e cursos no exterior. Tinha alcançado um bom cargo gerenciando uma das maiores unidades, com uma grande equipe e muita responsabilidade.

Mas…. cansada. Do mesmo dia a dia, da mesma rotina, da falta de….sentir o coração bater. Para falar a verdade ali era onde meu coração batia sim –  Pelos outros. Ver todo mundo indo viajar, fazendo as malas para o desconhecido.

Eu achava que aquilo não era para mim. Minha chance já tinha sido aos meus quinze anos quando fiz intercâmbio nos Estados Unidos por um ano em uma cidadezinha rural no estado de Minnesota. Uma  experiência importante porém muito difícil. Tímida pra caramba, tive muitas dificuldades para fazer amigos e engordei quase 20kg.

IMG_4631
Aos meus 15 anos, durante meu intercâmbio em Minnesota

Mas….e se agora eu fizesse diferente? E se eu fosse para um novo lugar? E se fosse por um período mais curto?

E se….. perguntinha poderosa essa. Tanta coisa passava pela minha cabeça.

Então em uma terça feira eu dirigia para o trabalho. Trânsito. Faria Lima parada. Sinal vermelho. Por um momento fiquei olhando para ele, meio sem querer que ele abrisse para não ter que seguir em frente. Mas ele abriu, e eu virei a esquerda. Parei o carro em uma ruazinha. Fechei os olhos. Nessa hora me veio em mente: Califórnia.

Ah, mas não é para mim! Largar tudo aos 30 anos e viajar? Isso é para os corajosos, para meus clientes. O pensamento de sempre: É para os outros. É legal demais, é too good to be true. É impossível!

Porquê? Porque impossível? Porquê….outra perguntinha poderosa!

Ali, sozinha no carro, senti meu coração acelerar. Pela primeira vez, uma idéia me emocionou.

Cheguei na agência acelerada, subi correndo as escadas para a sala de brochuras. Fui direto para a prateleira de Califórnia. Universidade de San Diego, Universidade de Los Angeles,  Universidade de Irvine…..Irvine… Onde é mesmo esse lugar? Orange County….. The OC?!  Daquele seriado dos adolescentes passeando pelos piers. Lá mesmo. Disparada no coração!

IMG_8121

Fiquei colada naquela brochura por dias. A carreguei para cima e para baixo. Virei noites folheando as páginas sobre a universidade, os cursos, o lugar. As fotos de pessoas felizes me animava.

Fui ao banco, revi minhas economias. Mas e o apartamento? Hum, mas e Irvine (se fala Ãrvine)? Havia um curso de gestão de mídia social começando em setembro. Imagina que interessante! Estávamos em abril. Dava tempo certinho de me organizar, me inscrever e ir. 

Mas e meus pais? Meus amigos? Funcionários? Largar todo mundo  parecia uma irresponsabilidade.

Liguei para a melhor amiga – “Dora, vá! O que te prende? A vida é uma só.”

Conversei com minha mãe – “Filha, te apoio. Vá estudar.”

E o medo? Grande, enorme, mas ao mesmo tempo atraente. Eu simplesmente senti que era em direção a ele que eu tinha que seguir.

Então comecei a dar os passos rumo aquele sonho. A  inscrição para o curso, o visto de estudante, a festa de despedida, as malas, o aeroporto!

IMG_6104
Despedida da minha família no Aeroporto São Paulo

Embarquei dia 15 de setembro de 2014 sem muito ter pesquisado sobre Irvine. Queria descobri-la, senti-la, conhecer esse novo lugar do meu jeito. Queria fazer diferente dos 15 anos. Eu queria ser livre, me reinventar. Afinal não conhecia ninguém e ninguém me conhecia.

E exatamente assim eu fiz. Criei uma nova Dora.

Estadia que era para ser de três meses, caminha para três anos. Os dois mais intensos anos da minha vida. Já fiz mais de seis cursos em diversas áreas. Namorei, desnamorei. Fiz a rota San Francisco – LA.

IMG_9526

Descobri o mundo da saúde, do fitness, da positividadee, da responsabilidade pessoal, das escolhas, e o mais importante de todos: o mundo Paleo.Primal –  uma forma de viver que chegou naturalmente na minha vida, amarrando todas as arestas, dando sentido, bem estar, liberdade e o que tanto eu buscava no Brasil sem exatamente saber o que era: propósito.

Propósito é um forte senso de conexão comigo mesma no dia a dia. Levantar da cama todos os dias com vontade de realizar atividades que me animam, de compartilhar o que vivo e ajudar as pessoas a serem saudáveis, confiantes e poderem ir em busca dos seus sonhos também.

IMG_9385

Se algo te dá medo, é preciso investigar

É aí que mora o que você está buscando. Vá atrás. Siga por ele como um túnel. Você pode estar sozinho, no escuro, no desconhecido, mas sempre há luz do outro lado.

Eu encontrei a minha luz na Califórnia. Tudo vale a pena quando se está onde se verdadeiramente quer.

Follow your dreams e construa a vida que você sonha!

DSC_6142

Você também viajou? Mudou sua rota? Ou quer fazer isso e quer uma dica? Comente abaixo, vamos trocar idéias!

COMPARTILHE ESSE POST =)

1 comentário Adicione o seu

  1. Clarissa disse:

    caramba seu blog é top demaissss
    bolei hahahah

  2. Renato disse:

    Simplesmente emocionante….me enquadrei na sua historia, foi assim mesmo minha vinda a encantadora Califórnia, somente tirando a parte do namorei e desmamarei kkk, Parabéns seu blog é inspirador

    1. fitdots disse:

      Obrigada Renato! =)

  3. Michelle disse:

    Estou encantada!! Estou nesta fase de nada mais me encantar, com algumas ideias engavetadas. Os dias parecem os mesmos todos os dias, enfim sem coragem p/recomeçar.

    1. fitdots disse:

      Vamos Michelle! Trace um plano, não precisa ser perfeito, mas possível e siga nele! A vida é uma só =) E a jornada pode ser muito prazerosa!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *